mailto:contato@ravenallacasa.com.br Feed RSS Conheça nossa Página Siga-nos no Twitter!
""

Dicas para as mulheres não errarem na escolha do vinho

Bem, a escolha de um bom vinho vem de encontro com a ocasião esperada. As mulheres estão cada vez mais organizadas em todos os setores e no caso do vinho não é diferente. É comum encontrarmos cartas de vinho nos principais restaurantes de São Paulo, e outras capitais, elaboradas pelas melhores sommelieres. Além da área profissional as mulheres também estão dentro das lojas especializadas, atuando diretamente na escolha dos vinhos. E para se escolher um bom vinho não é preciso ser um, ou uma, Expert. O bom senso sempre prevalece. Na hora da escolha sempre tenha o seu gosto pessoal como uma referência. Primeiro identifique se gosta de Tinto ou Branco, isso pode ajudar na escolha do prato e minimizar um possível erro. A escolha pode seguir dois caminhos; ou se escolhe primeiro o prato, ou se escolhe primeiro o vinho. Se o gosto for por tintos, se atente aos ingredientes do prato e se houver ingredientes mais pesados escolha naturalmente um vinho mais estruturado. Já se o gosto for pelos brancos procure os mais frescos e aromáticos. Dicas de uvas de vinhos Brancos: a Sauvignon Blanc e a Chardonnay são mais conhecidas e podem ser uma boa pedida. A primeira é mais cítrica e aromática, e a segunda mais untuosa e com mais estrutura, ou mais corpo. Temos uma infinidade de tipos de uvas brancas, no entanto, comece sua experiência nos vinhos com as mais conhecidas. No caso dos tintos temos: a Cabernet Sauvignon, uva já tradicional, os chilenos feitos com essa uva podem surpreender; a Malbec, uva de origem francesa, mas que se fixou na Argentina, e lá faz exemplares até melhor do que na França. É sempre bom lembrar que essas uvas são bem pesadas e estruturadas, de bom corpo e mais tânicas. Se for um presente para o homem, o esposo, o namorado, essas uvas podem ser uma bela sugestão. Quando falamos de vinho temos que nos atentar à sazonalidade, ela pode ser importante. No frio os vinhos tintos têm uma aceitação melhor, mas nada impede o consumo dos brancos, uma vez que, o nosso clima proporciona diversas temperaturas durante as 24 horas. O vinho branco pode ser a sugestão no almoço de negócios e mesmo informal, ou em casa.

Não tenha medo, o vinho foi feito par unir as pessoas. É sinônimo de celebração, de confraternização. E sempre é bom receber os amigos com um bom vinho.

Agora é só escolher, que vinho prefere?

Renato Martinelli.

 

Renato Martinelli é sommelier formado pela SBAV-SP ( Sociedade Brasileira os Amigos do Vinho) além de ter feito diversos cursos da ABS-SP (Associação Brasileira e Sommelier) e em países como Itália, Chile e Argentina. È consultor de vinhos e colaborador do Jornal e Jundiaí - Caderno Estilo - sobre vinhos. Com viagens enológicas, já visitou diversos produtores de vinhos em países como França, Itália, Espanha, Chile, Argentina. Tem cursos com certificado de extensão em intituições como, L´école du Vin - Bordeaux e Enoteca Lombardi - Novara Itália.Renato Martinelli é sommelier formado pela SBAV-SP ( Sociedade Brasileira os Amigos do Vinho) além de ter feito diversos cursos da ABS-SP (Associação Brasileira e Sommelier) e em países como Itália, Chile e Argentina. È consultor de vinhos e colaborador do Jornal de Jundiaí – Caderno Estilo – sobre vinhos. Com viagens enológicas, já visitou diversos produtores de vinhos em países como França, Itália, Espanha, Chile, Argentina. Tem cursos com certificado de extensão em intituições como, L´école du Vin – Bordeaux e Enoteca Lombardi – Novara Itália.  Conheça seu Blog MENU VINHO.

Deixe um comentário